viernes, 13 de julio de 2012

Pg. 49. Executivo - Caderno 1. Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 04/02/2012

COORDENADORIA DE ESPORTE E LAZER




Portarias do Coordenador, de 3-2-2012



O Coordenador de Esporte e Lazer expede as presentes Portarias, que estabelecem os Regulamentos dos eventos constantes do Calendário de eventos da Divisão de Esporte da Coordenadoria de Esporte e Lazer para o ano de 2.012:



PORTARIA G. CEL 02/2012



REGISTRO DE ATLETAS



O Coordenador de Esporte e Lazer expede a presente Portaria que regulamenta o Registro de Atletas para participação em eventos da CEL em 2012.



Artigo 1o ? Somente poderão ser inscritos nos Jogos Abertos da Juventude, Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior ?Horácio Baby Barioni? os atletas devidamente registrados na Coordenadoria de Esporte e Lazer.



Parágrafo Único ? o registro de atletas deverá ser efetivado até 31 de maio de 2012, e será reaberto no período de 26 de setembro a 13 de outubro de 2012.



Artigo 2o ? o registro deverá ser efetuado, via internet, pelo do site da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (www. selj.sp.gov.br).



Artigo 3o ? Poderão ser inscritos nos eventos o seguinte número máximo de atletas estrangeiros por modalidade e sexo, desde que atendidas as demais exigências desta Portaria:



Atletismo - 2; Basquetebol - 2; Biribol - 1; Bocha - 1; Boxe - 1; Capoeira - 1; Ciclismo - 1; Damas - 1; Futebol - 2; Futsal - 2; Ginástica Artística - 1; Ginástica Rítmica - 1; Handebol - 2; Judô - 2; Karatê - 1; KickBoxing ? 1; Luta Olímpica - 1; Malha - 1; Natação - 2; Taekwondo - 1; Tênis - 1; Tênis de Mesa - 1; Voleibol - 2; Volei de Praia - 1 e Xadrez - 1.



§ 1o ? Os atletas estrangeiros deverão solicitar junto a Comissão de Controle a devida autorização para sua participação.

domingo, 6 de noviembre de 2011

Jogos Abertos 2011 ( DAS CRUZES)

Capoeira

Expressão cultural brasileira, a Capoeira foi desenvolvida principalmente por descendentes de escravos, com influências indígenas e já foi utilizada como forma de ataque nas guerras do Paraguai e do Quilombo dos Palmares. Após anos em que sofreu com preconceito e foi marginalizada, passou a ser encarada de outra forma a partir de 1934, quando mestre Bimba abriu a primeira academia na modalidade no Brasil, em Salvador.

A prática mistura um bailado simulando golpes com os pés, ao som de berimbau, atabaques e pandeiro. Nas competições é analisada a técnica demonstrada pelo capoeirista nas acrobacias e na dança.

O nível dos praticantes é definido por cordéis, que são distribuídos de acordo com a prática. No batizado, os praticantes recebem o verde. Depois, na seqüência, são distribuídos o amarelo, o azul, o verde e amarelo, o verde e azul, o amarelo e azul e o verde, amarelo e azul, que indica o praticante formado.

Ainda existem os cordéis cordel branco e amarelo (mestre), verde e branco (monitor), amarelo e branco (professor), azul e branco (contramestre), branco e bronze (mestre aspirante); branco e prata (mestre efetivo); branco e ouro (mestre de honra); ouro (mestríssimo).

 

 

 

http://www.jogosabertos2011.com.br/modalidade/capoeira

jueves, 1 de septiembre de 2011

Exemplo de como você pode "corromper" um esporte reglado

Notamos que o vídeo eo seu conteúdo não estão relacionados com a Federaçao Internacional de Capoeira -FICA


AZERBAIYAN-  1 º Workshop Internacional organizado pela Federação Mundial de Capoeira

jueves, 25 de agosto de 2011

UNESCO’s patronage to 2010 World Martial Arts Festival and General Meeting
 http://womau.com/


As the character of an NGO in operational relations with UNESCO, WoMAU had requested UNESCO to approve 2010 World Martial Arts Festival (2010.09.29-10.03, in Chungju, Korea) to be the event under the patronage of UNESCO. Finally, UNESCO had approved UNESCO’s patronage to World Martial Arts Festival on Sept 10, 2010.





Therefore, World Martial Arts Festival is authorized to use of the UNESCO’s Name and Logo together with the phrase “Under the Patronage of UNESCO” on the event materials.






martes, 16 de agosto de 2011

Antropología simétrica dentro del ritual de la Capoeira Angola en Brasil.

Sergio González Varela



Antropología simétrica dentro del ritual de la Capoeira Angola en Brasil.

A lo largo del desarrollo de la antropología social existen numerosos problemas relacionados con el tipo de conocimiento que se genera a partir de la interacción entre antropólogo y el Otro. En ocasiones el resultado es una imposición de perspectivas, una distorsión o una incredulidad sobre otras realidades culturales. Este artículo explora las posibilidades de una antropología simétrica, que se propone posicionar las perspectivas del Otro y del antropólogo en el mismo nivel epistémico y ontológico como parte de un diálogo entre iguales. La discusión teórica está basada en material etnográfico proveniente del ritual afro-brasileño de la capoeira, donde existe un proceso continuo de transformación e identificación humana con animales. Dicho proceso es concebido como real y como un efecto colateral que surge de la práctica ritual de la capoeira. En este sentido, la transformación animal no es una mera representación colectiva o una metáfora explicada por causas sociales escondidas. Al contrario, es un devenir, una intensidad entre diferentes mundos que fusionan símbolo y contenido en una sola modalidad. Por lo tanto, es sólo tomando seriamente el mundo desplegado por la alteridad que la antropología puede proponerse verdaderamente a entender la diversidad cultural en sus propios términos.

continúa: http://www.aibr.org/antropologia/05v01/

A CAPOEIRA COMO UM COMPLEXO TEMÁTICO NO CURRÍCULO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

A CAPOEIRA COMO UM COMPLEXO TEMÁTICO NO CURRÍCULO DE FORMAÇÃO PROFISSIONALÉ possível afirmar que o tratamento da capoeira como disciplina curricular surge como uma possibilidade de aproximação da universidade com as chamadas manifestações culturais. Explicitaremos, a seguir, a possibilidade de a capoeira ser tratada no currículo de formação profissional, qualificada pela noção de complexo temático.
Ao se inserir no currículo, como disciplina aplicada, propugnamos que a capoeira deva ser concebida como práxis (capoeirana) e tratada como um complexo temático essencialmente interdisciplinar. Podemos afirmar, baseando-nos em Freitas (2000) e Pistrak (1981), que a capoeira, como complexo temático inserido no currículo de formação profissional, deve levar em consideração a necessária articulação de sua “didática” específica com “didática” geral. A negação de estreitas relações entre conteúdos específicos e processos metodológicos e organizacionais mais amplos contribui para a desarticulação da teoria pedagógica geral.

CONTINÚA:  http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/93/2376